Nova farda da PM de Minas é testada em Mantena

1730

Policiais militares começaram a testar em Minas Gerais, os três novos modelos de fardas que podem ser adotados pela corporação. As principais mudanças serão no material do fardamento e a troca das boinas por bonés.

A aposta é que os uniformes darão mais mobilidade e conforto aos militares. Em Mantena o militar Sargento Marinho foi selecionado para fazer este teste no novo fardamento, a avaliação dele como também dos outros policiais no estado serão feitas até o mês de março de 2018 quando então será definida uma provável mudança nas fardas.

Foram distribuídos, em todo o estado, 550 conjuntos dos três novos modelos. Conforme a PM, essa distribuição permite atingir as variações climáticas existentes no estado.

Se aprovados, os modelos devem ser adotados nos primeiros meses do ano que vem, e o fardamento atual, que há décadas não sofre grandes alterações, será extinto.

A cor cáqui será mantida em todos os novos fardamentos. Um dos modelos é com camisa de manga curta e fabricado com “dry fit”, tecido sintético que facilita a absorção e evaporação rápida do suor, mantendo a pele mais seca e aumentado, assim, o conforto térmico.

O segundo modelo de farda testado é de mangas compridas.

A blusa tem as mangas dobráveis e é feita em tecido “rip stop”, que, conforme e a PM, é mais durável e “extremamente resistente à abrasão, fornecendo proteção extra para áreas não protegidas pelo colete”. Até então, os policias de batalhões não especializados só tinham uniformes de mangas curtas e, para o frio, um blusão preto.